Biodux SB

 

Formulação à base de Equisetum arvense L. (cavalinha) obtida por maceração e posterior cozedura da sua parte aérea.

Os extractos são obtidos a partir de matérias-primas seleccionadas, pelo que se obtém um produto de elevada pureza, rico em ácidos silícico, málico, oxálico e gálico, que actuam como fortalecedores da parede celular das plantas.

O Biodux apresenta tanto efeito preventivo como curativo de diversas doenças fúngicas devido à acção de diferentes princípios amargos, taninos, sais potássicos e uma saponina tóxica denominada equisetonina. A pulverização foliar deste extracto é indicada para o controlo do míldio, oídio, Pythium, Sclerotinia, Alternaria, Cladosporium, bem como outros oomicetes patogénicos e a lepra do pessegueiro.

O Biodux actua também por contacto na diminuição da população de pragas de insectos de cutícula mole como pulgões, mosca-branca, cochonilha, ácaros, etc., amolecendo a protecção superficial.

Possui também um importante poder profilático e de limpeza contra a acumulação nas culturas de melaço e fumaginas geradas por insectos chupadores, bem como diversas manchas, restos de agroquímicos, bem como para a desinfeção de utensílios de trabalho.

O Biodux é um produto natural que respeita o meio-ambiente e a fauna auxiliar.

 

COMPOSIÇÃO:
Extracto de Equisetum arvense L.: 0,22% p/v - 0,2% p/p


CLASSIFICAÇÃO
Equisetum arvense L. Substância básica.
Regulamento (CE) N.º 1107/2009


Culturas em que se utiliza:
- Arvenses de inverno e de verão,
- Citrinos, abacates e dióspiros,
- Cucurbitáceas;
- Frutos secos;
- Kiwi;
- Leguminosas, proteaginosas e oleaginosas;
- Olival;
- Pomóideas;
- Pequenos Frutos;
- Prunóideas;
- Tomate e pimento para indústria;
- Vinha;
- Entre outras.